segunda-feira, 10 de agosto de 2015

SUPER-TAÇA | O jogo do ano só deu LEÃO!!

Por tudo o que envolveu este jogo, principalmente e acima de tudo, pela contratação de Jorge Jesus por parte do Sporting, autêntico "golpe de mestre" de Bruno de Carvalho, este jogo teria que ser considerado como "O Jogo do Ano".

Ficou fantástico como Fundo do Ambiente de Trabalho


De repente um clube que vivia em pleno estado de graça, que se vangloriava de ter "roubado" a hegemonia do futebol português à "máfia do Norte", com a conquista do bi-campeonato, entrou em completa "queda livre" e os seus adeptos numa profunda "depressão".

Em apenas dois meses, a direcção de Bruno de Carvalho, transformou um Sporting candidato a candidatar-se ao título de campeão nacional, num dos inequívocos favoritos a conquistar todos os troféus em Portugal, juntamente com os azuis e brancos (que investiram brutalmente) e , pasme-se, com o detentor da magnífica "estrutura" a mostrar grandes fragilidades e até algum desnorte, por ter sido completamente ultrapassado pelo leão, quer nas expectativas, quer na bolsa de valores.

O "efeito JJ", fez-se sentir de uma forma que ninguém estava à espera (para além do próprio JJ, claro...), e a equipa do Sporting está a transformar-se num caso muito sério, e se não houver saídas de jogadores importantes até ao fim do mercado, esta equipa pode fazer coisas muito bonitas esta época.

O jogo de ontem foi apenas uma amostra daquilo que esta equipa poderá fazer aos seus adversários, com uma pressão constante sobre o portador da bola, uma entreajuda fantástica entre os jogadores e uma vontade de vencer inabalável. Ficou mais uma vez provado também, que o Sporting para vencer, tem que ser muito melhor que o adversário, pois ninguém nos vai dar nada.

O onze escolhido por JJ, era previsível, e apenas a inclusão ou não de Montero, suscitava maior dúvida, mas Téo mostrou estar a subir de forma e foi importante nesta conquista.

Embora toda a equipa tivesse estado em bom plano, foram dois os jogadores que mais se destacaram. Carrillo, que pôs a cabeça em água ás "papoilas saltitantes", e executou o tiro fatal, desviado por Téo para o golo da vitória. Também João Mário, que foi um MONSTRO no meio campo leonino, e que se está a tornar cada vez mais num jogador imprescindível nesta equipa, para mim foi o melhor em campo. Os centrais estiveram impecáveis, com Naldo a confirmar que tem qualidade para ganhar o lugar, João Pereira esteve mais discreto que Jefferson, mas ambos causaram inúmeros desequilíbrios nas alas, com o brasileiro a cruzar melhor que o português. Adrien ao seu estilo, foi um "formiguinha" naquele meio-campo, e fundamental na recuperação de bola, ganhando claramente no duelo com Samaris. Slimani foi crucial, pois era ele a referência, sempre que foi necessário jogar de forma mais directa, e ganhou a maior parte dos duelos individuais com os centrais encarnados.
Classe, é a palavra que melhor define Bryan Ruiz. A jogar assim será titular indiscutível neste Sporting dinâmico e excitante do Mestre Jorge Jesus.

No final, o Sporting levantou o 2º Troféu oficial deste ano de 2015, e da era Bruno de Carvalho, que está a cumprir tudo aquilo que prometeu aos adeptos leoninos, para mal dos "profetas da desgraça" que de repente saíram de cena, pois devem andar à procura de um buraco para se enfiarem.

PES 2018 | Kits do Sporting CP 2017-2018

Como não encontrei em mais lado nenhum resolvi fazer os kits do Sporting e partilhar convosco. Não estão perfeitos, mas para já desenrascam....