segunda-feira, 10 de agosto de 2015

SUPER-TAÇA | O jogo do ano só deu LEÃO!!

Por tudo o que envolveu este jogo, principalmente e acima de tudo, pela contratação de Jorge Jesus por parte do Sporting, autêntico "golpe de mestre" de Bruno de Carvalho, este jogo teria que ser considerado como "O Jogo do Ano".

Ficou fantástico como Fundo do Ambiente de Trabalho


De repente um clube que vivia em pleno estado de graça, que se vangloriava de ter "roubado" a hegemonia do futebol português à "máfia do Norte", com a conquista do bi-campeonato, entrou em completa "queda livre" e os seus adeptos numa profunda "depressão".

Em apenas dois meses, a direcção de Bruno de Carvalho, transformou um Sporting candidato a candidatar-se ao título de campeão nacional, num dos inequívocos favoritos a conquistar todos os troféus em Portugal, juntamente com os azuis e brancos (que investiram brutalmente) e , pasme-se, com o detentor da magnífica "estrutura" a mostrar grandes fragilidades e até algum desnorte, por ter sido completamente ultrapassado pelo leão, quer nas expectativas, quer na bolsa de valores.

O "efeito JJ", fez-se sentir de uma forma que ninguém estava à espera (para além do próprio JJ, claro...), e a equipa do Sporting está a transformar-se num caso muito sério, e se não houver saídas de jogadores importantes até ao fim do mercado, esta equipa pode fazer coisas muito bonitas esta época.

O jogo de ontem foi apenas uma amostra daquilo que esta equipa poderá fazer aos seus adversários, com uma pressão constante sobre o portador da bola, uma entreajuda fantástica entre os jogadores e uma vontade de vencer inabalável. Ficou mais uma vez provado também, que o Sporting para vencer, tem que ser muito melhor que o adversário, pois ninguém nos vai dar nada.

O onze escolhido por JJ, era previsível, e apenas a inclusão ou não de Montero, suscitava maior dúvida, mas Téo mostrou estar a subir de forma e foi importante nesta conquista.

Embora toda a equipa tivesse estado em bom plano, foram dois os jogadores que mais se destacaram. Carrillo, que pôs a cabeça em água ás "papoilas saltitantes", e executou o tiro fatal, desviado por Téo para o golo da vitória. Também João Mário, que foi um MONSTRO no meio campo leonino, e que se está a tornar cada vez mais num jogador imprescindível nesta equipa, para mim foi o melhor em campo. Os centrais estiveram impecáveis, com Naldo a confirmar que tem qualidade para ganhar o lugar, João Pereira esteve mais discreto que Jefferson, mas ambos causaram inúmeros desequilíbrios nas alas, com o brasileiro a cruzar melhor que o português. Adrien ao seu estilo, foi um "formiguinha" naquele meio-campo, e fundamental na recuperação de bola, ganhando claramente no duelo com Samaris. Slimani foi crucial, pois era ele a referência, sempre que foi necessário jogar de forma mais directa, e ganhou a maior parte dos duelos individuais com os centrais encarnados.
Classe, é a palavra que melhor define Bryan Ruiz. A jogar assim será titular indiscutível neste Sporting dinâmico e excitante do Mestre Jorge Jesus.

No final, o Sporting levantou o 2º Troféu oficial deste ano de 2015, e da era Bruno de Carvalho, que está a cumprir tudo aquilo que prometeu aos adeptos leoninos, para mal dos "profetas da desgraça" que de repente saíram de cena, pois devem andar à procura de um buraco para se enfiarem.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Balanço da Cape Town Cup

E assim veio mais um troféu para o nosso magnífico Museu, pois o prestígio não se mede aos palmos e neste clube, todo e qualquer torneio deve ser encarado com o mesmo espírito e um só objectivo: vencer.



Se no primeiro jogo, tivemos alguma dificuldade em levar de vencida o modesto Ajax Cape Town, no segundo a equipa já denotou maior organização e principalmente concentração no jogo, talvez pelo facto de se tratar de uma final e de o adversário ser um representante da Premier League, e já com outro arcaboiço e estatuto. Ainda assim, o Sporting cumpriu a sua obrigação de equipa favorita a vencer o torneio.

Em destaque esteve o ENORME Rui Patrício, que vai respondendo aos críticos, muitos entre os próprios adeptos leoninos, que ainda não perceberam o enorme orgulho que é poder contar com um Guarda-redes com este nível e principalmente com o seu amor incondicional a este clube, e que o prova ano após ano, jogo após jogo. Também comete erros, como todos, mas a sua regularidade é impressionante e quando sair, será muito difícil arranjar substituto à altura. Venceu com toda a justiça o prémio de MVP do torneio.

Entre os reforços, Naldo foi aquele que melhores indicações deu, especialmente na final, onde formou dupla com Paulo Oliveira, mostrando bons pormenores, bom na marcação, jogo de pés bastante aceitável e uma velocidade também apreciável, algo que no primeiro jogo não se conseguiu ver. A Ciani, vou ainda dar o benefício da dúvida, pois entrou a frio e num momento em que a equipa estava a jogar mal e desequilibrada. Ainda assim, o Francês não deverá entrar na dupla titular durante a temporada, embora possa a vir a ser bastante útil durante a época, com o Sporting a poder fazer uma gestão maior neste sector, pois há ainda Tobias e Ewerton que deverá regressar em Setembro.
Téo Gutiérrez, pareceu-me muito preso de movimentos, talvez devido às cargas físicas normais de pré-temporada e que se notam mais nos jogadores "trintões". Recordo que por exemplo Liédson, iniciava sempre mal as temporadas e depois ia crescendo com a competição. Ficou-me na retina aquele movimento, seguido de remate fantástico de Téo, para grande defesa do guarda redes do Ajax CT, no primeiro jogo. Neste momento, Montero parece estar bem melhor, até porque já se entende de olhos fechados com Slimani (um "terror" para os centrais adversários). Mas Téo não engana, está ali um craque, e será apenas uma questão de tempo até se impor definitivamente.
João Pereira igual a si próprio, embora precise de tempo e de jogos, até adquirir a melhor forma física e poder fazer aquilo que nos habituou, correndo por aquela lateral toda, do 1º ao último minuto.

Dos "residentes" Paulo Oliveira confirmou o seu estatuto de titular, Jefferson foi um dos melhores na final do torneio e assume-se como uma arma vital nas bolas paradas, Adrien foi o habitual "bombeiro" da equipa e procura perceber ainda aquilo que JJ pretende dele. Não será com toda a certeza o melhor substituto de William, como se viu no 1º jogo, pois "mastiga" muito o jogo num sector onde se tem que decidir rápido e bem. Por seu lado, Ruben Semedo ocupou muito bem essa posição, embora mais em termos defensivos do que no início de construção de jogo, e pode ser uma boa solução de recurso. João Mário é outra das possibilidades, mas falta-lhe agressividade e intensidade necessárias para essa posição, e deverá ser mais utilizado como médio centro (8) ou mesmo do lado direito onde jogou alguns minutos e JJ é pródigo neste tipo de 'nuances' tácticas.
Carrillo continua a não saber aproveitar todo o talento que tem, em prol da equipa, e perde-se muitas vezes em fintas e dribles desnecessários, inventando em zonas proibidas. Terá que corrigir isto se quiser ser um jogador de topo. Ainda assim, é neste momento o jogador mais criativo da equipa, juntamente com Gelson Martins, que embora mais novo, mostra ter já mais maturidade que o peruano, embora perca ainda na sua dimensão física, algo que irá ganhar com o tempo e o trabalho de ginásio efectuado na Academia. Mané continua a ter "golo". Quando menos se espera, lá aparece ele a empurrar para dentro da baliza. O seu dinamismo e irreverência dentro de campo, sempre em prol da equipa, é uma mais valia para o grupo. No 2º golo de Montero na final, é Mané que arrasta consigo um dos centrais, libertando espaço para o aparecimento do colombiano, que aproveita o excelente trabalho de Slimani. Um excelente trabalho ofensivo dos 3 homens do ataque leonino, que serão na minha opinião os que estão em melhor forma, neste momento, como é normal.

Os espanhóis Capel e Rosell, parecem perder espaço dentro da equipa, tendo jogado muito poucos minutos. Esgaio é uma aposta segura para alternativa a João Pereira, e se este não se puser a pau, pode mesmo perder o lugar para o internacional sub20.

Em suma, um bom "aperitivo" para o que aí vem, e serão desafios de grande dificuldade e exigência já aí à porta. Já é visível o trabalho de Jorge Jesus, e esta temporada iremos ver com toda a certeza uma equipa virada para o ataque continuado, pressão altíssima e jogos empolgantes, com oportunidades para ambos os lados, emoção ao rubro e no final com muitos golos e vitórias do Sporting.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Vem aí a CAPE TOWN CUP

A Cidade do Cabo (Cape Town), em África do Sul, mais propriamente o Estádio de Cape Town, vai ser o palco para a estreia de Jorge Jesus ao leme do novo Sporting 2015/2016, com renovada ambição e uma lufada de ar fresco que há muito andava arredada do clube de Alvalade.

Local paradisíaco, palco também do Mundial de 2010

Este torneio de pré-temporada conta com a participação, para além dos leões, da equipa local do Ajax Cape Town, dos ingleses do Crystal Palace FC, e uma equipa também do Campeonato Sul Africano, o SuperSport United F.C., sendo o Sporting Clube de Portugal, a equipa cabeça de cartaz e com maiores obrigações.

Jorge Jesus convocou 26 jogadores para esta digressão, e são eles:

Guarda-redes: Rui Patrício, Marcelo Boeck e Azbe Jug 
Defesas: João Pereira, Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira, Naldo, Tobias Figueiredo, Rúben Semedo, Michaël Ciani, Jefferson e Jonathan Silva 
Médios: Oriol Rosell, Adrien, João Mário, Wallyson e André Martins 
Avançados: Carrillo, Carlos Mané, Gelson Martins, Capel, Iuri Medeiros, Montero, Tanaka, Teófilo Gutiérrez e Slimani

Obviamente que a principal curiosidade dos sportinguista e adeptos em geral, vai para a estreia dos mais recentes reforços, Naldo, Ciani e Téo Gutiérrez, para além do guarda-redes Azbe Jug. Os jovens Gelson Martins, Wallyson e os regressados Iuri Medeiros, Esgaio e Semedo, poderão também ter uma oportunidade de mostrar que têm valor para ficar neste plantel. A grande ausência, é claro, William Carvalho, bem como o central Ewerton, devido a lesão.



Os jogos do Sporting, terão transmissão televisiva na Sporttv, sendo que o primeiro é já amanhã, Sexta-feira, 24 de Julho, pelas 19:15h, hora de Portugal, na SPORTV2 e a final (caso o Sporting vença o 1º jogo), no Domingo, 26 de Julho, pelas 14:30h, na SPORTTV1.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Querem ver Craques? Vão ao Alvalade XXI !

Cerca de 6/7 Milhões gastos em reforços até agora
O Sporting, versão 2015/2016, vai ganhando forma, e esta temporada Bruno de Carvalho aposta todas as fichas na conquista do Campeonato Nacional. À jogada de mestre na contratação de Jorge Jesus, BdC junta a aquisição de alguns jogadores consagrados, alguns deles antigos desejos de JJ, e que a já famosa "estrutura" dos velhos rivais nunca conseguiu trazer para Portugal, como Ruiz e Téo por exemplo.

O "estrago" provocado em Carnide, pela vinda de JJ para Alvalade foi tão grande, que ainda hoje, quase dois meses depois, eles ainda não recuperaram. E então desferem ataques, vindos de todos os lados, com o principal alvo a ser o presidente do Sporting, que deverá com toda a certeza ser o protagonista de muitos pesadelos, e a causa de muitas insónias para aquela gente. Eles andam completamente desorientados...

Mas vamos ao que interessa. E o que é certo, é que mesmo com grandes restrições financeiras, o Sporting tem conseguido encontrar soluções no mercado, e a preços perfeitamente dentro dos valores que o nosso clube pode pagar, ao contrário do "peixe que se procura vender" por aí.

Bryan Ruiz e Teófilo Gutiérrez já não precisam de provar nada a ninguém, são craques, e a única dúvida é se irão ou não ter o rendimento que se espera deles, mas isso acontece até com os melhores do mundo. São este tipo de jogadores que fazem os adeptos deslocarem-se aos estádios e estando em forma e motivados, podem ser um caso sério na nossa Liga.

Os dois centrais contratados de forma rápida e "silenciosa" para espanto de uns e irritação de outros, poderão também ser mais valias para esta jovem equipa leonina, e eu não sou daqueles que baseiam as suas análises em estatísticas e vídeos, para adjectivar os jogadores de "flops" assim que eles aterram no aeroporto. Prefiro ver primeiro os jogadores em acção, no contexto Sporting/Liga portuguesa. Temos inúmeros exemplos de jogadores que vêm rotulados e craques ou flops, e depois o tempo mostra que estávamos enganados. 

Michael Ciani impressiona pelo porte físico, fazendo lembrar o "Capitão América", mas com um passado bem diferente do Americano, para melhor, nos clubes por onde passou e onde deixou a sua marca, chegando mesmo a usar a braçadeira de capitão. Naldo é uma incógnita para mim, mas o facto de ter feito toda a época passada como titular numa equipa de um liga como a espanhola, deixa-me tranquilo. Os vídeos que encontrei do central brasileiro não me permitem tirar grandes ilações.
O preço que custaram também não constitui grande risco para as finanças do clube. A experiência que vêm acrescentar ao grupo, e o poder de ambos no jogo aéreo, podem ser uma grande mais valia para os esquemas tácticos de JJ.

João Pereira foi mais uma excelente jogada do Sporting, e que só se soube quando o jogador já fazia exames em Alvalade. A lateral direita fica bem entregue a JP e Esgaio. Se se preocupar muito mais em jogar do que em refilar com o árbitro, temos homem.

O guarda-redes internacional sub21 pela Sérvia, Azbe Jug, desconheço por completo, mas veio a custo zero, o risco é mínimo e a margem de progressão é enorme.

Vou esperar para ver, e depois fazer uma análise mais detalhada destes reforços.


quinta-feira, 2 de julho de 2015

Jorge Jesus inicia os trabalhos na Academia

O "Mestre da Táctica" realiza um sonho
Pode-se questionar o feitio, o estilo, o discurso e até as calinadas na língua de Camões, mas quando se trata de falar de futebol e a linguagem gestual dentro das quatro linhas, o Jorge é Mestre.

Tive sempre o cuidado de respeitar o homem, mesmo durante os 6 anos em que esteve do lado de lá, e nunca escondi que gostaria de ver este treinador um dia treinar o meu Sporting e o seu Sporting.

Se fizermos um apanhado das vezes em que JJ falou do Sporting nas últimas épocas, sempre o fez em tom elogioso, e sempre procurou nunca atacar quem quer que fosse do Universo Leonino. Até aquele episódio do "limpinho, limpinho..." foi também demasiado empolado e aproveitado por muita gente para ver aquilo como uma provocação ao Sporting, mas que eu entendo que apenas se tratou de uma forma de JJ se defender das perguntas dos jornalistas acerca dos casos desse jogo.

Mas também não sou daqueles que acha que agora é que tudo vai ser bom, que vamos ganhar tudo, pois não há milagres no futebol, e todos sabemos a "lama" em que está mergulhado o futebol português em particular, bem como o futebol europeu e mundial no geral, onde o que manda é o dinheiro e os interesses da pior espécie.

Uma coisa eu tenho a certeza, Jorge Jesus irá transformar o futebol do Sporting para algo que já não estávamos habituados à muito tempo. Um futebol de ataque continuado, com muita gente a participar nas acções ofensivas, dinâmico e com muito maior interesse para quem assiste aos jogos, principalmente no Estádio de Alvalade.

Até o "mito" que JJ não aposta nos jovens portugueses, se irá desvanecer quando as pessoas perceberem de uma vez por todas que na Academia do Sporting existe gente de qualidade suficiente para satisfazer as exigências do técnico português, que não exitará em apostar naqueles que realmente têm qualidade acima da média. E são alguns... assim de repente estou a pensar em Gelson Martins por exemplo... embora seja evidente que o plantel actual, desde logo já apresenta muita juventude, e JJ terá que encontrar um equilíbrio entre experiência e irreverência.

Jorge Jesus também sabe como ninguém, que no Sporting é muito mais difícil vencer, desde logo porque não lutamos com as mesmas "armas" principalmente fora das quatro linhas e que a luta vai ser feroz. A isto não será alheio também o convite a Octávio Machado para integrar a estrutura de futebol leonina, pois trata-se de alguém que conhece como poucos, os "meandros" do futebol português.

Agora há que dar tempo ao tempo, e não partir para a crítica fácil aos primeiros desaires que possam acontecer. Por vezes os piores inimigos deste grandioso clube, estão mesmo no próprio clube.

ESPN aponta Teo Gutierrez ao Sporting

Clica aqui para ver a notícia

Teófilo Gutierrez, internacional Colombiano, jogador do River Plate,  e que apontou 28 golos na temporada passada ao serviço do clube argentino, está a ser negociado pelo Sporting, segundo avança a ESPN. A ser verdade seria um excelente reforço para o ataque leonino.


Época 2015-2016 à porta. Para quê gastar milhões?

Se qualquer um destes jogadores, estivesse a despontar na América do Sul ou mesmo na Europa, todos ficariam radiantes com a sua contratação por alguns Milhões de euros...


Escolhi este grupo de jovens jogadores, como poderia ter escolhido outros, mas entendo que estes estarão prontos para ser apostas, ou pelo menos merecedores de uma oportunidade no plantel principal, embora dificilmente, alguns deles, terão espaço no grupo de trabalho do "Mestre da táctica".

A baliza está bem entregue a Patrício, havendo ainda Boeck e Luís Ribeiro que dão garantias.

Diz-se por aí que o Sporting procura um patrão para a defesa, mas e quem vai ceder o lugar para o "patrão", Paulo Oliveira? Depois da época que fez e das fantásticas exibições no Europeu? Penso que seria queimar um jogador com grande futuro, e a sentença para a sua saída do Sporting. Ewerton? Este sim poderia muito bem ser o patrão, tendo já experiência e qualidade suficiente para ocupar o lugar entre os centrais. Tobias Figueiredo e Semedo (JJ pode transformar este miúdo num central, ou mesmo médio defensivo de excelência. Lembram-se de William quando chegou na pré-temporada de Leonardo Jardim? Alguém previa tal ascensão?), poderiam constituir duas excelentes alternativas, mantendo a política de aposta na formação. Contratar outro jogador, seria como dar um tiro no escuro, para além da dificuldade em arranjar jogadores de qualidade inequívoca para essa posição e a custo acessível ás finanças do Sporting, para além da sempre necessária adaptação do jogador ao nosso futebol e ao clube.

Na lateral direita, Miguel Lopes e Esgaio dão garantias, e há ainda o internacional sub20, Riquicho. Na lateral esquerda, Jefferson e Jonathan, chegam e sobram, com Miguel Lopes a poder também ele fazer esta posição.

No meio-campo é onde existe maior qualidade em quantidade, com o Rei William Carvalho à cabeça, e depois Adrien, João Mário, André Martins, Rosell, a que se juntam Wallyson e Labyad (dois grandes reforços e a custo ZERO).

Na frente de ataque, Slimani, Montero e Tanaka, dão para as encomendas e encaixam perfeitamente no sistema de jogo que Jorge Jesus gosta de implementar nas suas equipas, e há ainda Rubio... Para as alas, há Mané, Carrillo (agora mais maduro), Capel, e ainda Wilson e o jovem Iuri Medeiros que poderá estar pronto para ser lançado às feras...

Acredito que a ser feito um investimento forte em um ou dois jogadores de valor inquestionável, deveremos apostar no sector ofensivo, ou em alguma posição onde poderá ainda vir a sair algum jogador.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Não sei se hei-de rir ou chorar...

Já não publicava nada aqui no blog há quase um ano, por razões pessoais e que guardo para mim. Mas não podia deixar de dizer algo hoje, que caiu um autêntico "dilúvio" no futebol português com a notícia da mudança de Jorge Jesus para Alvalade.

Não de se hei-de rir ou chorar porque:

Dá-me vontade de rir só de ver a cara de espanto desses "sabichões" todos, que dia após dia comentam acerca da vida do nosso clube, ao verem JJ rumar ao seu clube do coração, indo ganhar um ordenado (a ser verdade), que atinge valores que seriam impensáveis aos olhos de todos.

Para aqueles que duvidavam e ainda duvidam da capacidade negocial e da coragem do presidente Bruno de Carvalho, para enfrentar os poderes instalados no futebol português, também uma grande gargalhada.

Não sei é se vou chorar mais tarde, se para além de ver partir um excelente treinador como Marco Silva, o ver a ganhar títulos no clube rival...

Mas vamos aguardar por esclarecimentos e confirmações oficiais, e de uma coisa eu tenho a certeza, Bruno de Carvalho saberá certamente o que está a fazer, pois acho que já não restam dúvidas acerca do bom trabalho que desenvolveu até agora e os contornos que levaram ao desentendimento com Marco Silva, são por nós ainda desconhecidos.

Época 2017-2018 | Jogo de Apresentação

Depois do Estágio na Suíça, onde as coisas correram dentro daquilo que é normal nesta altura, embora hajam sempre adeptos mais impacientes ...