sábado, 28 de abril de 2012

3 "meias" perdidas em 3 dias


Não é para quem quer, é para quem pode, e merece...

Apesar de ser doloroso, perder 3 meias-finais em 3 dias, o facto é que estivemos a disputar todas elas, e o Clube só pode estar de Parabéns, pois a prova que é difícil, é que mais ninguém o conseguiu, que eu saiba pelo menos, e acreditem que já pesquisei bastante.

O feito é ainda maior, quando se tratam de 3 das modalidades mais praticadas em todo o mundo.

Athletic Bilbao na Quinta-feira, em Futebol, ontem foi a vez do Barcelona derrotar os leões em Futsal e já hoje o Sporting foi afastado da Challenge Cup de Andebol pelo Thun.

Em todos os casos o Sporting demonstrou grande classe, batendo-se de igual para igual com os seus adversários, apesar da grande superioridade do Barça, já esperada, no futsal, embora o Sporting tenha feito uma boa 2ª parte, e no final mostrou a sua Grandeza, ao saber perder e dar os parabéns aos vencedores, sem queixinhas, nem qualquer tipo de violências físicas ou verbais, com grande destaque também para o final do jogo no San Mamés, que ficará sempre na nossa memória como um hino ao Fair Play dos adeptos de ambos os clubes.

TODOS OS SPORTINGUISTAS DEVEM ESTAR ORGULHOSOS!

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Depois do Futebol, o Futsal


O nome do Sporting Clube de Portugal, continua a ser levado e gritado bem alto por essa Europa fora. Depois de uma eliminatória disputado ao milímetro com um dos mais emblemáticos clubes espanhóis, o Athletic Bilbao, no dia de ontem, hoje o Sporting marca presença em Barcelona, para disputar o primeiro jogo da Final Four da Uefa Futsal Cup (a Champions League do Futsal), frente ao Colosso Barcelona, que é o principal favorito a vencer o troféu, não só pelo plantel que tem, mas também pelo facto de jogar em sua casa, perante o seu público.

Defrontam-se os dois clubes com mais troféus desportivos conquistados, desde sempre, nas mais diversas modalidades, e os dois clubes com maior ecletismo em todo o Mundo. E isto são factos, e não apenas uma ilusão sportinguista.

Falta de eficácia, comprometeu eliminatória!


A pouca eficácia no primeiro jogo, em Alvalade, revelou-se decisiva nesta eliminatória, e se na primeira parte em Bilbao o Sporting conseguiu equilibrar o jogo, com uma raça poucas vezes vista nestes últimos anos, com todos os jogadores a demonstrarem que estavam ali para vencer e estar na final, na segunda parte o jogo foi quase sempre controlado pela equipa da casa, e o Sporting quase nunca conseguiu incomodar o guardião contrário, excepção feita ao remate ao poste de Insúa. Penso que se o jogo fosse a prolongamento, os leões dificilmente resistiriam. Fica na memória de toda a gente, a excelente campanha efectuada até aqui, contra as previsões de toda a gente, particularmente dos "profetas da desgraça".

Este equipamento branco, nunca deu sorte aos leões esta época...
DEMASIADAS CONTRARIEDADES E DEFICIÊNCIAS NO PLANTEL

Foi neste decisivo jogo, que mais se notaram as ausências, principalmente de Elias e Izmailov. O primeiro por não poder actuar pela equipa na Europa, e o segundo por castigo. Rinaudo também ausente por lesão, e Matias com problemas físicos, foram demasiadas contrariedades para evitar este desaire, numa equipa que foi toda ela remodelada esta temporada. Mais não se podia exigir a este plantel.

Os que jogaram, dignificaram a camisola leonina, e deixaram a pele no relvado do San Mamés, e mereceram a recepção à chegada a Lisboa, quer no aeroporto, quer no Estádio. Foram heróis estes homens, que deixaram todos os sportinguistas orgulhosos.

NESTA ELIMINATÓRIA, NASCEU MAIS UMA ESTRELA

Já vinha a dar boas indicações nos últimos jogos, mas neste jogo, ANDRÉ MARTINS foi "Gigante", dinâmico, agressivo, veloz, com passes soberbos, levando a equipa para a frente em excelentes transições, indo para cima dos adversários, destemido. Penso estar a nascer mais uma estrela, proveniente da melhor escola de futebol do Mundo. E isso ninguém nos pode tirar. Ontem jogaram 3 de início (Pereirinha, André e Patrício), e mais tarde ainda entrou Carriço. Palavras para quê?

ISTO É O SPORTING!


quinta-feira, 26 de abril de 2012

Buonanotte? Onde há tanto fumo...

Confesso que sou um admirador das qualidades deste "pequenino" grande jogador. Sou fã daquele que é para mim o simulador dos simuladores de futebol, o Pro Evolution Soccer, e Buonanotte é sempre um dos primeiros jogadores que coloco nas minhas equipas, e digo-vos, fica muito bem com a nossa camisola verde e branda listada.

Sabemos que o virtual é o virtual, e o no mundo real por vezes é bem diferente, mas tenho a absoluta convicção que este jogador depressa iria conquistar os adeptos sportinguistas, pois trata-se de um virtuoso do futebol, capaz de fazer jogadas de génio, executar livres com classe e eficácia, possuídor de uma técnica e toque de bola maravilhosos e que qualquer adepto paga para a ir ao estádio ver.

Tem também alguns pontos fracos, que se prendem com a sua fraca compleição física, sendo muito franzino, (também o é Liédson), e tem o típico "mau feitio" de muitos dos jogadores Argentinos, que lhe tem causado alguns dissabores em termos disciplinares.

Aqui fica a sua ficha: Retirada da Wikipédia.

Para já trata-se apenas de especulação acerca da possiblidade de este se transferir para qualquer clube. De qualquer forma, o nome do Sporting está a ser falado como forte hipótese para o Argentino, e já são muitos  os órgãos de informação a especular sobre os assunto...



Se vier, será muito bem vindo!


quarta-feira, 25 de abril de 2012

Os miúdos chegaram para a encomenda...

Golos de: Rúbio, Renato Neto e Wolfswinkel (gp)
Há dias assim, em que apesar das grandes poupanças e das contrariedades, as coisas acabam por correr bem. O que prova que a teoria no futebol vale o que vale.

Sá Pinto optou por uma equipa com muitos jogadores jovens, deixando a maior parte dos habituais titulares de fora, sendo que alguns nem viajaram para a Madeira, e estes deram conta do recado, embora mostrando ainda alguma ansiedade e incapacidade para perceber os diferentes momentos do jogo, não conseguindo gerir uma boa vantagem de 0-2, fruto de uma excelente entrada em jogo na primeira parte.

O "júnior" Rúbio esteve no melhor e no pior, abrindo a contagem com um golo pleno de oportunidade, lutando e trabalhando imenso em prol da equipa, mas depois tendo um erro próprio da sua ainda tenra idade, mas que muitas vezes também é cometido por jogadores mais experientes, desviando a bola com a mão na direcção da baliza do Nacional e levando o 2º cartão amarelo de forma infantil.
De todos os jogadores mais jovens, Renato Neto foi aquele que teve menor rendimento, apesar do golo que marcou, mas que não evitou a sua substituição ao intervalo. Sempre muito lento a soltar a bola, jogou demasiado encostado aos centrais, não deu a dinâmica que o meio campo do Sporting necessitava, e é quanto a mim o "elo mais fraco" neste plantel leonino. Não sei o que se passa com André Santos, pois parece que nem Domingos, nem agora Sá Pinto parece contar muito com os seus serviços. Acho que atravessa uma clara crise de confiança, ou já terá a cabeça apontada para outras paragens... Não consigo perceber este apagamento de um jogador que me pareceu sempre ter um grande futuro à sua frente.

André Martins continua a ganhar o seu espaço, e a fazer excelentes exibições, merecendo mesmo rasgados elogios da imprensa internacional, pela qualidade demonstrada nos jogos da Liga Europa em que participou, particularmente o último, com o Bilbao. Faz lembrar o último nº28, que também começou a ganhar o seu espaço precisamente a partir de alguns jogos da excelente campanha europeia de José Peseiro, embora com estilos bem diferentes. Ainda acho que a questão de Moutinho, foi muito mal gerida internamente, e não sei de quem é a culpa maior... Espero que a história deste jovem seja bem diferente e a sair que seja para o estrangeiro e para render uns bons Milhões ao clube.

Desta vez também não gostei muito da prestação de Arias, embora ache que se trata de um jogador com qualidade e larga margem de progressão, sendo um talento que o Sporting não deva desperdiçar e dar tempo ao tempo. Alguns jogadores Sul Americanos levam mais tempo a adaptarem-se e temos muitos exemplos anteriores. Talvez para emprestar, regressando Cédric Soares, que é um jogador com maior experiência de 1ª Liga e sobretudo muito mais jogos nas pernas. Para além disso é português.

Finalmente, aqueles que tanto pediram a saída de POLGA no início da época, deverão agora estar a dar-me razão, quando disse que este ainda seria muito útil ao Sporting. Mais uma vez se viu que a dupla Xandão/Onyewu, não funciona nada bem, pois são dois jogadores de características muito parecidas, e a experiência de Polga torna-se imprescindível neste momento nesta equipa do Sporting, quer dentro, quer fora de campo, no balneário, onde também se ganha e perde muita coisa. Neste momento, não há substituto à altura do internacional, campeão do mundo, brasileiro. À semelhança de Polga, também o mal amado Carriço tem feito calar muitos daqueles sportinguistas da tanga, que se divertem a ir para o estádio assobiar os jogadores do seu próprio clube.

Melhor em campo: MARCELO BOECK

quinta-feira, 19 de abril de 2012

20 minutos de futebol fantástico merecia mais!


Sporting mostrou hoje à Europa e principalmente aos muitos portugueses invejosos que juntamente com alguma imprensa tendenciosa, tentam empurrar este clube para baixo, que o Sporting é um GRANDIOSO CLUBE, e não só em termos internos, mas em termos europeus e mundiais.

Hoje defrontámos uma das melhores equipas desta temporada na Liga espanhola e que está a fazer uma carreira brilhante nesta Liga Europa, e no balanço geral fomos amplamente superiores em vários capítulos de jogo, excepto na eficácia, pois se a tivéssemos tido, o resultado seria bem mais avolumado a nosso favor.

Para além disso, dois jogadores espanhóis foram poupados ao segundo cartão amarelo, bem como ficou uma grande penalidade por marcar, e a história poderia ser bastante diferente.

Insúa foi para mim o melhor jogador em campo,  juntamente com o capitão Polga (simplesmente impecável), pois foram aqueles que mantiveram o nível ao longo de toda a partida, inclusive naquele período em que o Sporting parecia ter entregue o jogo. O golo de Insúa transformou a equipa do Sporting, que fez a partir desse momento uma exibição só ao nível das grandes equipas europeias, conseguindo fazer aquilo que mais ninguém conseguira esta época à equipa do Bilbao, dar a volta ao resultado. Nem o colosso Barcelona o conseguira, empatando a duas bolas, com esta equipa. E se aquela bola de Carrillo tem entrado...

João Pereira foi também um autêntico leão à solta, e conseguiu diversas vezes criar desequilíbrios na defesa contrária. O amarelo que viu pode ser fatal no caso do Sporting atingir a final. Schaars e Izmailov foram os pêndulos do meio campo, com inúmeras recuperações de bola, André Martins também fez uma primeira parte muito boa, caindo um pouco na segunda, mas também estamos a falar de um jovem jogador, com a missão de render o grande Matigoal. 

Wolfswinkel esteve desastrado na finalização, e só por isso o Sporting não fez hoje um resultado histórico. Em tudo o resto esteve fantástico, com raça, lutando e disputando cada bola, conseguindo desestabilizar os centrais do Bilbao com as suas movimentações. Quanto a mim, faltam-lhe alguns atributos técnicos para ser um ponta-de-lança de topo, mas também não é motivo para se começar já a criticar e assobiar o "Iceman", que é apenas o goleador mor em Alvalade esta época.

Capel esteve igual a si próprio, um pouco apagado na primeira parte, mas surgindo no período em que a equipa mais precisava, empurrando a equipa para a frente, transportando a bola em velocidade e marcando um golo soberbo, que deu a vitória à equipa, e foi pena ter saído, provavelmente esgotado, pois poderia ter sido útil pela forma como o jogo estava a decorrer.

Xandão apesar de uma ou outra falha também deu consistência ao sector defensivo, conseguindo alguns cortes importantes. Carriço esteve também impecável e apenas foi substituído por questões estratégicas, pois era necessário dar a volta ao marcador.

Dos jogadores que entraram, foi Carrillo o que mais se destacou e teve nos pés o golo que poderia dar uma vantagem decisiva para a 2ª mão, e daria ao marcador um aspecto mais justo.

A eliminatória está em aberto, embora o empate sirva para o Sporting chegar à final. Será importante marcar pelo menos um golo em Bilbao.

Aí está o primeiro reforço 2012/2013

Wallpaper Resolução: 1680x1050
Depois de mais esta novela dos últimos meses (em Janeiro eu próprio já tinha colocado aqui um "post" com base em rumores vindos da Holanda), confirma-se assim, pela boca do próprio jogador, a vinda deste excelente  jogador, ainda muito jovem, mas já titular de um dos maiores, se não o maior, clube Holandês.

Trata-se de um excelente negócio para o Sporting, sem qualquer risco, vem a custo zero, pois termina o seu contrato com o PSV no final da presente época.

Zakaria Labyad é um médio ala, que pode actuar também como médio interior, à semelhança de Izmailov, que é onde tem sido utilizado com maior frequência, e encaixando na perfeição num esquema de 4-4-2 clássico ou mesmo em losango. A sua polivalência e experiência já adquirida num clube grande, que luta por títulos, pode ser fundamental para a sua rápida adaptação a um clube como o Sporting.

GRANDE AQUISIÇÃO e espero que se confirme a nível oficial.

PS: Espero que gostem do Wallpaper... ;)

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Vitória tão saborosa como justa!


Não vou dar demasiada importância a este jogo em si, pois para o Sporting foi apenas mais um, deste Campeonato que não correu nada bem. Os lampiões queixam-se do árbitro e a mim apenas me dá vontade de rir, até porque neste "raro" jogo em que o Sporting não foi mais prejudicado que o seu adversário, as eventuais benesses visavam os "patrões do Norte" e nunca os leões.


Mas o Sporting também tem razões de queixa em alguns lances do jogo, a diferença aqui é que os erros foram distribuídos por ambas as equipas e o campo não esteve sempre inclinado como é habitual. Mas nem vou falar dos casos, porque o que interessa aqui frisar é que o Sporting foi melhor, deu a iniciativa de jogo ao Benfica (daí a posse de bola favorável aos encarnados), e optou por transições rápidas, inteligentemente, e podia mesmo ter marcado mais dois ou três golos, não fora a falta de eficácia de Wolfswinkel que tendo marcado superiormente o penalty, não esteve bem nos dois lances que teve de 1x1 com Artur que levou a melhor. Matias e Izmailov também podiam ter "molhado a sopa", e aquele soberbo remate do russo ao poste merecia outra sorte e era candidato ao um dos melhores golos da temporada.



Tenho que destacar as exibições de Matias, Elias e Izmailov, que foram os principais obreiros do controle do jogo por parte do Sporting. Matias esteve brilhante na forma como conduziu diversas transições, Elias e Izmailov foram as "formiguinhas" que permitiram inúmeras recuperações de bola ao Sporting, e o controlo das principais figuras do adversário.

A nossa defesa continua a estar muito certinha, particularmente nas bolas paradas, com Xandão e Polga a secarem por completo as "torres" dos encarnados e só por uma ou duas vezes ganharam lances aéreos dentro da grande área leonina. Quanto aos laterais Insúa e J.Pereira, ficaram impedidos de participar muito no ataque, devido à presença de jogadores como Gaitan e Maxi (jogador que aprecio bastante).

Capel correu muito, trabalhou bastante em prol da equipa, até à exaustão, e só por isso mereceu os aplausos do público na sua substituição. Schaars desta vez não esteve brilhante no passe, mas fez mais um jogo de grande entrega e inteligência, tapando principalmente as investidas de Witsel.

O Iceman resolveu, mais uma vez de penalty, marcado de forma exemplar. Podia ter feito mais dois golos, mas não foi "matador" nesses lances, embora haja mérito de Artur.

FOI MAIS UMA BOFETADA EM ALGUMAS PESSOAS...



sábado, 7 de abril de 2012

Duarte Gomes não pode apitar em Alvalade!


É assim que ficará a minha TV se este "espécime" for o árbitro do Derby de Segunda-feira. Pois recuso-me a ver o meu Sporting ser gozado em sua própria casa, por uma personagem que já provou ter um ódio desmedido ao nosso clube. Se tal acontecer, será também mais uma prova que alguém anda a mexer os cordelinhos para prejudicar esta grandiosa instituição que é o Sporting Clube de Portugal.

Apenas 8 equipas e o SCP está lá!


Pois é, o "Patinho feio" da Liga Portuguesa, é o único sobrevivente nas competições europeias, dominadas pelas equipas espanholas, com Real Madrid e Barcelona a serem os grandes favoritos à conquista da Champions, e na Liga Europa com o Sporting a ter que derrotar 2 emblemas espanhóis para trazer o desejado Troféu, sendo que para mim, o Valência afigura-se como o grande candidato, embora o Atlético de Madrid possa surpreender com Falcão a ser a sua maior arma.

Em 30 anos que acompanho o meu Sporting nas competições europeias (55 anos sem nunca ter falhado uma presença nestas competições, não está ao alcance de qualquer clube), raramente vi os leões eliminar equipas espanholas, pois não nos damos muito bem com o seu futebol, mas já o fizemos e particularmente também a esta equipa de Bilbao, onde imperava o grande guardião Zubizarreta.

Sporting 1985-1986
Athletic Bilbao 1985

Na temporada 1985/1986, o Sporting defrontou o Bilbao nos oitavos da Taça UEFA, perdendo em Espanha na primeira mão por 2-1, dando depois a volta em Alvalade com uma brilhante exibição, por 3-0, com golos de Manuel Fernandes, Raphael Meade e Sousa.

Esperemos que se repita a história e o Sporting esteja presente em mais uma final europeia, e porque não, frente ao Valência, equipa que "traumatizou" os leões na apresentação da equipa de Domingos para esta temporada...


Patrício mais uma vez, mas não só...


Apesar de ter sido Patrício o herói deste jogo, ao defender aquela grande penalidade, parece-me injusto que os louros sejam todos para ele, até porque houve vários jogadores a deixar a pele em campo e acima de tudo o Sporting foi um conjunto muito forte. A defesa de Patrício não chegaria se Capel não tivesse arrancado aquele excelente cruzamento com o seu pior pé, para o cabeceamento de Wolfswinkel que deu o golo que permitiu ao Sporting gerir o jogo de outra forma.

Considero no entanto que o Sporting recuou demasiado no último quarto de hora do jogo, e deveria ter feito através do seus homens mais avançados, uma pressão um pouco maior sobre os centrais do Metalist que estavam a jogar quase no nosso meio campo e a empurrar o Sporting para a sua área. Poderia ter sido fatal e obrigar o Sporting a um prolongamento, para o qual não sei se a equipa estaria preparada para aguentar.

Mas Sá Pinto está novamente de Parabéns, pois conseguiu reunir em torno de si toda a gente e unir um grupo que parecia sem rumo, e transformá-lo num muro que nestas ocasiões parece intransponível. E as grandes equipas também se fazem disto e não apenas quando praticam um futebol fantástico e bonito para a vista. União e espírito de sacrifício, são dois factores indispensáveis para o sucesso de uma equipa de futebol, e isso Sá Pinto já conseguiu conquistar. O estilo de Sá Pinto é muito semelhante em termos futebolísticos ao de Paulo Bento, onde privilegia o pragmatismo e a eficácia, ao futebol bonito e "rodriguinhos". Paulo Bento conquistou 4 troféus para o Sporting, e colocou o clube 4 anos consecutivos na Champions, bem como outras pequenas conquistas como várias vitórias sobre os principais rivais e em sua própria casa. Para os adeptos leoninos isso não bastou e pediram a sua demissão. O que é certo é que desde a sua saída o clube nunca mais se endireitou. Espero que dêem ainda mais tempo a Sá pinto.

Uma palavra para todos aqueles adeptos que saudaram a equipa no seu regresso da Ucrânia.

Muito bem! Assim é que tem de ser...

segunda-feira, 2 de abril de 2012

U.Leria 0-1 Sporting | Vitória Cirúrgica!


Mais uma vitória cirúrgica de Sá Pinto, num jogo mau para o adepto de futebol, feio para a vista, mas que no final deu mais 3 pontos para os leões.

Numa "maratona" como é um Campeonato, o que interessa é trazer os 3 pontinhos. O futebol bonito não ganha jogos. O Sporting não jogou mal, apenas não jogou bonito e arriscou pouco. O que jogou chega e sobra para vencer o Leiria. Desde que haja o mínimo de eficácia. O problema está sempre em não marcar cedo frente a estas equipas que montam o "autocarro". Sorte? Não concordo...

Paulo Bento conquistou 4 troféus para o SCP, disputou 2 campeonatos até ao final, não ganhou por pequenos detalhes e manteve a equipa 4 anos consecutivos na Champions, a jogar um futebol parecido com este. Pragmatismo é o que se pede.

Querem bonito e eficaz? Isso só está ao alcance de alguns clubes. Os que têm os Milhões.

Com tantas alterações no onze, eram de prever algumas dificuldades, um futebol menos ligado, mas alguns "pseudo-sportinguistas" preferem ver as coisas de outra maneira, esperando coisas mirabolantes, rodriguinhos, um futebol maravilha, que simplesmente era impossível de praticar com duas equipas a jogar em meio-campo e uma equipa leonina com muitos jovens jogadores em campo, alguns portugueses, que muito me orgulha. Mas alguns aproveitam todas as oportunidades para criticar. Enfim... Só têm um nome: "abutres".

Jogaram estes:

Com esta gestão de Sá Pinto, o Sporting tem todas as condições para Quinta-feira carimbar o passaporte para as meias-finais da Liga Europa.



PES 2018 | Kits do Sporting CP 2017-2018

Como não encontrei em mais lado nenhum resolvi fazer os kits do Sporting e partilhar convosco. Não estão perfeitos, mas para já desenrascam....